quarta-feira, 25 de maio de 2016

O que eu daria pela felicidade de estar ao teu lado














Nostalgia do Presente

Naquele preciso momento o homem disse: 
«O que eu daria pela felicidade 
de estar ao teu lado na Islândia 
sob o grande dia imóvel 
e de repartir o agora 
como se reparte a música 
ou o sabor de um fruto.» 
Naquele preciso momento 
o homem estava junto dela na Islândia.











Jorge Luís Borges






pela Flor, aqui






























Sem comentários:

Publicar um comentário