quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Se eu não tivesse conhecido o fogo








 

Se eu não tivesse conhecido
o fogo, não me importava
de deitar agora a cabeça
na rocha fria. Mas eu conheci
o fogo, monstro que dilata
veias e ergue espigões no ar,
e como conheci o fogo,
revolta-me olhar a cinza
que se faz à minha volta.
Às vezes a cinza é morna, chega
até a lembrar que foi fogo.


 

Helder Moura Pereira