quarta-feira, 28 de julho de 2010

...da pele...














































Tornamo-nos impermeáveis na solidão:
dentro da pele não viaja ninguém;
fora da pele ninguém nos vê passar.










Jesús Jiménez Domínguez


























Sem comentários:

Publicar um comentário