segunda-feira, 30 de agosto de 2010

fui ave ou sol ou flor

























 





Toda a manhã
fui a flor
impaciente
por abrir.



Toda a manhã
fui ardor
do sol
no teu telhado.



Toda a manhã
fui ave
inquieta
no teu jardim.



Toda a manhã
fui ave ou sol ou flor
secretamente
ao pé de ti.














Eugénio de Andrade
























Sem comentários:

Publicar um comentário